A polícia é um grupo de pessoas cujo trabalho é garantir que os cidadãos cumpram as leis e não prejudiquem os outros. Os policiais trabalham para os governos das cidades, dos estados e dos países.

A polícia atualmente

A polícia tem muitas tarefas. Uma delas é a patrulha, fazendo rondas para zelar pela segurança das ruas e das vizinhanças. A maioria faz isso de carro, mas alguns policiais o fazem a pé, a cavalo, de moto ou de bicicleta. Outra é verificar locais de crimes e prestar socorro em situações de emergência, para prender criminosos e ajudar as vítimas. A polícia também investiga os crimes para descobrir quem os cometeu. Ela combate muitos tipos de crime: assassinato, tráfico de drogas, sequestro, terrorismo, roubo etc.

Alguns policiais usam uniformes, outros vestem trajes civis — que são roupas comuns —, dependendo de sua função. Alguns levam consigo algemas, revólver e um rádio para se comunicar com a corporação. E há aqueles que andam com cães especialmente treinados.

Os policiais cujo trabalho é investigar crimes são chamados de investigadores ou detetives. Eles trabalham usando trajes civis. Falam com testemunhas — pessoas que presenciaram algum crime —, interrogam suspeitos — aqueles que eles acham que cometeram um crime. Às vezes, os investigadores usam câmeras ou microfones escondidos para gravar as conversas e as ações de suspeitos.

No local de um crime, os investigadores procuram por evidências ou pistas para ajudá-los a descobrir quem é o culpado. As evidências podem ser impressões digitais, pegadas, pedaços de roupas, sangue, fios de cabelo ou qualquer outra coisa que o criminoso tenha deixado para trás. A técnica de impressões digitais de DNA é considerada a forma mais confiável de identificação de suspeitos por muitos pesquisadores e cientistas. A polícia científica ou forense faz a análise química do DNA deixado em uma cena de crime, em sangue, a pele ou o cabelo, por exemplo, que pode tornar a identificação positiva, quando comparados com o DNA de um suspeito (ou vítima). Desde o seu desenvolvimento na década de 1980, as impressões digitais de DNA levaram à condenação de vários criminosos e à libertação da prisão de muitas pessoas que foram injustamente condenadas.

Quando encontram o suspeito, eles o prendem e então ele pode ser levado a julgamento, onde é decidido se é considerado culpado ou não pelo crime. Durante o julgamento, os detetives e outros policiais muitas vezes são chamados a depor, para falar sobre as evidências ou provas que coletaram durante a investigação.

História

Povos da Antiguidade, como os sumérios, os egípcios e os babilônios, já tinham forças policiais. Sua principal função era fazer a população seguir as regras dos governantes. O imperador Augusto, de Roma, reuniu uma grande e organizada força policial no ano 7 a.C. Com o passar dos séculos, outras cidades e outros países criaram suas polícias.

No século XIX, a polícia já contava com muitas técnicas e instrumentos modernos para realizar seu trabalho. Nos Estados Unidos, a primeira vez que a polícia fez uso do telefone foi em Washington, D.C., no ano de 1878. A análise das impressões digitais começou a ser feita na década de 1890, e o uso de carros pela polícia, em 1899. Em 1920, passou-se a realizar o exame de balística, que é a análise que confirma se uma bala saiu de determinada arma de fogo. A comunicação por rádio começou a ser feita em 1930. As datas de introdução dessas técnicas na polícia variam de país para país. Atualmente, a polícia depende do computador para manter relatórios e pesquisar informações enquanto tenta solucionar um crime.

No Brasil

No Brasil, existem diversos órgãos de polícia. Os principais são a Polícia Federal, a Polícia Militar, a Polícia Civil e a Polícia Rodoviária.

A Polícia Federal cuida de crimes de interesse federal, ou seja, que afetam o país — como contrabando, tráfico de drogas —, além de fiscalizar fronteiras e alfândegas, ser responsável pela emissão de passaportes etc. A Polícia Civil se encarrega de investigar e solucionar crimes ocorridos dentro de um estado, como homicídio, sequestro, roubo etc. A Polícia Militar faz o patrulhamento dentro das cidades, na tentativa de manter a segurança e a ordem pública. A Polícia Rodoviária cuida do patrulhamento das rodovias.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.