Nativa do Brasil, a primavera, também chamada de buganvília, três-marias e sempre-lustrosa, é uma trepadeira ou um arbusto ornamental cujo nome científico é Bougainvillea spectabilis. Trata-se de uma espécie rústica que floresce o ano inteiro.

A denominação buganvília homenageia o conde e navegador francês Louis-Antoine Bougainville, que, após descobrir essa espécie no Brasil na década de 1790, introduziu-a na Europa. Hoje, ela é cultivada em todo o mundo.

Ao atingir o desenvolvimento pleno, o arbusto espinhoso da primavera pode medir entre 5 e 10 metros. Produz cachos com três pequenas flores amareladas, os quais são protegidos por brácteas (folhas modificadas) que podem ser vermelhas, lilases, brancas, rosadas ou cor de laranja. A profusão de cachos coloridos encanta pela beleza.

Embora dispense muitos cuidados e seja resistente a mudanças súbitas de temperatura, a planta se desenvolve melhor em áreas com clima quente e úmido.

Nas matas, a primavera cresce encostada em grandes árvores e na direção do sol. Isso pode ser observado no caso da Bougainvillea glabra, cujas brotações sobem verticalmente até o topo da árvore, onde as folhas e as flores se misturam às da árvore na qual se apoiou. Ela busca o sol. Assim, o cultivo bem-sucedido da primavera, inclusive em vasos, requer a incidência direta de raios solares sobre a planta.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.