O psitacossauro foi um pequeno dinossauro herbívoro, relativamente raro. Tinha um crânio quadrado e um bico longo e afiado, o que inspirou o nome que significa "lagarto-papagaio". Pertence à ordem dos Ornithischia, ou dinossauros com bacia semelhante à das aves.

Quando e onde viveu o psitacossauro

O psitacossauro viveu durante o período Cretáceo Inferior, cerca de 98 a 144 milhões de anos atrás, na Ásia.

Características físicas

O psitacossauro podia crescer até 2,1 metros de comprimento. Uma grossa crista óssea na parte superior de seu crânio servia como ponto de fixação para os músculos das poderosas mandíbulas inferiores. Durante milhões de anos, essa crista desenvolveu-se no grande folho do pescoço que mais tarde distinguiu os ceratopsídeos, ou dinossauros com chifres na cabeça.

Comportamento

O psitacossauro passou a maior parte de seu tempo sobre duas pernas, e os membros dianteiros eram consideravelmente menores do que os traseiros. Entretanto, a força dos membros anteriores sugerem que o psitacossauro às vezes andava nas quatro patas. Os dedos, quatro em cada pata, terminavam em garras sem fio, que teriam sido apropriadas para caminhadas ou para apanhar folhas.

Evidência fóssil

A primeira evidência fóssil do psitacossauro foi encontrada na Mongólia, em 1922. O menor dinossauro já descoberto foi um psitacossauro jovem que media pouco mais de 23 centímetros de comprimento. Mesmo os dentes desses filhotes mostram sinais de desgaste devido ao consumo de materia vegetal dura.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.