O pulmão é um órgão do corpo humano em forma de bolsa, usado para respirar; portanto, faz parte do sistema respiratório. Todos os animais que têm coluna vertebral e respiram ar têm pulmões. Quando o animal inspira, está levando o ar, cheio de oxigênio, para dentro do pulmão; quando expira, ele está colocando para fora do pulmão um gás chamado gás carbônico e vapor de água.

Estrutura

O corpo humano tem dois pulmões, um em cada lado do peito, com o coração no meio. A base de cada pulmão se apoia em um forte trançado de músculos chamado diafragma. Em uma respiração normal, o diafragma e os músculos entre as costelas se contraem e relaxam automaticamente, propiciando aos pulmões a entrada e a saída de ar.

O ar entra nos pulmões e sai deles por uma série de tubos. Um tubo grande e resistente, a traqueia, conecta o topo da garganta com dois tubos ramificados chamados brônquios. Cada brônquio se liga a um dos pulmões e se divide em tubos menores chamados bronquíolos. Estes terminam em pequenas estruturas em forma de saco chamadas alvéolos.

O trabalho dos pulmões

Quando se inspira, o oxigênio do ar passa através das paredes do alvéolo para pequenos vasos sanguíneos chamados capilares pulmonares. Em seguida, os glóbulos vermelhos pegam o oxigênio e o levam para as células de todo o corpo. O sangue também carrega resíduos, como gás carbônico e vapor de água, de volta para os pulmões — os quais põem esses resíduos para fora no movimento da expiração.

Os pulmões também têm mecanismos de defesa contra substâncias prejudiciais encontradas no ar. Um líquido grudento chamado muco fica nos pulmões e nos brônquios e captura substâncias nocivas resultantes da poluição do ar, além de bactérias. Tudo isso é expelido dos pulmões com a tosse.

Doenças pulmonares

Os pulmões são órgãos vitais e a maior parte dos problemas pulmonares pode causar tosse, dor no peito e dificuldade para respirar. A pneumonia, a tuberculose, o enfisema e o câncer são doenças sérias do pulmão e, dependendo do caso, podem ser fatais. O ato de fumar é uma das principais causas do enfisema e do câncer de pulmão.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.