Os quíchuas são um povo indígena sul-americano que vive no planalto andino desde o Equador até a Bolívia. Seu idioma também se chama quíchua e é falado com muitas variações regionais, sendo uma das línguas oficiais do Peru, da Bolívia e do Equador, ao lado do espanhol.

História

No início do século XV, os quíchuas foram conquistados pelo povo chanca, que, por sua vez, foi dominado pelos incas até o final desse mesmo século. Dentro da civilização inca, os quíchuas desempenharam um papel importante no desenvolvimento da agricultura. A sociedade quíchua manteve seus hábitos sob o domínio dos incas, mas mudou profundamente com a chegada dos conquistadores espanhóis.

O sistema de impostos dos espanhóis exigiu que os quíchuas cultivassem produtos que não conheciam, em vez dos alimentos plantados para consumo próprio. O sistema espanhol, ao contrário do inca, não se preocupava com o bem-estar dos trabalhadores e de suas famílias. Os espanhóis concentravam os quíchuas em aldeias maiores e mais populosas, às quais eles não estavam acostumados. Isso gerava tensão e desequilíbrio em suas comunidades.

A Igreja Católica converteu os quíchuas ao cristianismo, exigindo deles que dedicassem tempo e recursos à sua nova religião. Os quíchuas foram sendo afastados de seus valores e de sua cultura. Na época em que terminou o domínio espanhol, no século XIX, estavam empobrecidos econômica e culturalmente. Muitos se tornaram empregados nas grandes fazendas, enquanto outros foram para as cidades em busca de emprego. Alguns, porém, ficaram em seu solo natal nas montanhas.

A vida na sociedade moderna

No início do século XXI, os quíchuas viviam isolados como pequenos proprietários rurais no alto dos Andes. Sua religião hoje é uma fusão de catolicismo e crenças nativas. Eles praticam o tradicional artesanato com fibras, fabricam fios de e produzem tecidos em teares manuais para uso doméstico e para venda.

Estima-se que a atual população quíchua varie entre 13 milhões e 16 milhões de indivíduos, dentre aqueles que falam a língua quíchua e aqueles que descendem desse povo. Médicos e biólogos fazem muitos estudos científicos com os quíchuas, para compreender como eles conseguem viver em lugares muito altos, onde a quantidade de oxigênio é baixa.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.