A química é um dos ramos da ciência. Ela estuda as substâncias que formam a matéria — ou seja, tudo o que ocupa espaço no Universo. Os químicos, que são as pessoas especializadas em química, também estudam as mudanças que ocorrem na combinação de substâncias. Essas mudanças são conhecidas como reações químicas.

Além disso, os químicos criam substâncias. Eles produzem plásticos, fibras sintéticas, materiais de construção, remédios e muitas outras substâncias úteis.

Elementos e compostos

As substâncias que os químicos estudam são chamadas de elementos químicos. Cada elemento químico é formado por pequenas partículas, os átomos. As reações químicas envolvem átomos ou grupos de átomos. Quando dois ou mais átomos se combinam, forma-se uma molécula.

Cada elemento tem determinadas propriedades. Quando diferentes elementos se combinam, eles formam compostos químicos, que apresentam novas propriedades. Existem pouco mais de cem elementos químicos, mas eles podem dar origem a milhões de compostos.

Campos de estudo

A química é uma ciência complexa, com muitos campos de estudo. A química orgânica, por exemplo, trabalha somente com os compostos dos átomos de carbono. A físico-química estuda o modo como as substâncias se transformam durante uma reação química. A bioquímica, por sua vez, analisa os processos químicos que ocorrem em seres vivos.

História

A química passou a ser reconhecida como ciência no século XVII. Em 1661, um cientista inglês chamado Robert Boyle descreveu os elementos químicos como sendo substâncias fundamentais. O químico francês Antoine Lavoisier, em 1770, conseguiu explicar as reações químicas.

No início do século XIX, o cientista inglês John Dalton descobriu que cada elemento possui sua própria espécie de átomo. Outros cientistas descobriram muitos novos elementos durante o século XIX.

Mais tarde, os químicos fizeram novas descobertas a respeito dos átomos. Uma delas foi o fato de que os átomos são formados por partículas ainda mais simples.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.