O rato-almiscarado é um roedor que parece um pequeno castor. Os ratos-almiscarados constroem suas casas perto de lagos, rios e marismas. O nome científico do rato-almiscarado é Ondatra zibethicus.

Nativos da América do Norte, os ratos-almiscarados foram levados para o norte da Europa e para a Ásia no início do século XX. Logo eles se adaptaram a essas regiões.

A pelagem do rato-almiscarado é densa e quente, de cor castanho-avermelhada. Esses animais medem cerca de 33 centímetros de comprimento e possuem membranas nas patas que os auxiliam a nadar. Eles receberam esse nome porque exalam um forte odor de almíscar.

A alimentação dos ratos-almiscarados consiste de plantas aquáticas. Eles costumam ser mais ativos no final da tarde e à noite.

Os ratos-almiscarados vivem em grupos familiares. Sua casa pode ser uma toca ou um buraco na margem de um rio. Eles também vivem em bancos formados por lodo e plantas, em águas rasas. A fêmea do rato-almiscarado pode dar à luz várias ninhadas em um ano. A cada ninhada nascem de um a onze filhotes. Os filhotes nascem cegos, mas depois de um mês já são capazes de se cuidar sozinhos. O rato-almiscarado em geral vive por três anos em seu ambiente.

Em algumas regiões, o rato-almiscarado serve de alimento. Ele também é caçado por sua pele. Esse animal pode tornar-se uma praga quando abre buracos em diques, represas e outras estruturas.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.