A região do ABC, no estado de São Paulo, também é conhecida como Grande ABC e ABC paulista. Oficialmente, o Grande ABC faz parte da Região Metropolitana de São Paulo, que inclui vários outros municípios em volta da capital do estado. É uma das áreas economicamente mais importantes do Brasil, e seu nome vem das iniciais dos nomes de três santos: André, Bernardo e Caetano. Foi com o nome desses santos que se fundaram as três cidades que originalmente compuseram a região do ABC: Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. Como não é um nome oficial, muitas vezes usa-se a designação ABCD, que inclui também a letra inicial do nome da cidade vizinha de Diadema.

Hoje, o conglomerado urbano do ABC, que cresceu ao longo das décadas, inclui também as cidades de Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. Todas essas cidades estão praticamente unidas umas às outras num imenso núcleo urbano contínuo.

Foi pela região do ABC que se iniciou a ocupação do interior da capitania de São Paulo pelos portugueses. Em 1553, o pioneiro João Ramalho fundou a cidade de Santo André da Borda do Campo (atual Santo André). A capital do futuro estado, São Paulo, seria fundada um ano depois, em 1554. Já São Bernardo e São Caetano têm origem nas fazendas de mesmo nome criadas na região pelos monges do Mosteiro de São Bento no ano de 1797; São Bernardo cresceu como vila até tornar-se município em 1890, e São Caetano do Sul separou-se em 1948 do município de Santo André, do qual fazia parte até então.

A região do ABC é o terceiro polo econômico do Brasil; só perde para a cidade de São Paulo e para a do Rio de Janeiro. É no ABC que se encontra uma das maiores concentrações de indústrias do país.

O grande desenvolvimento do ABC paulista aconteceu a partir dos anos 1950. Nessa época, foi lá que se instalaram as primeiras indústrias do setor automobilístico do Brasil. Ainda hoje a região é sede de montadoras de automóveis, como a Volkswagen, a General Motors e a Ford, que empregam milhares de trabalhadores. Foi na região do ABC que o movimento sindical do Brasil desenvolveu a força que adquiriu historicamente. De suas fileiras saiu um presidente do país, Luiz Inácio Lula da Silva.

Juntos, os sete municípios que formam o ABC têm 2.549.135 habitantes (censo de 2010). São Bernardo do Campo tem a maior população de todos: 765.463 habitantes; o município menos populoso é Rio Grande da Serra, 43.974 habitantes.

A região ocupa uma superfície de 825 quilômetros quadrados. Quase metade dessa área é ocupada pelo município de São Bernardo do Campo, com 406 quilômetros quadrados. São Caetano do Sul é o município com menor área: 15,3 quilômetros quadrados.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.