Oyo foi um reino dos iorubas, povo africano que ainda habita a atual Nigéria. Os anos de auge do poder do reino Oyo foram, aproximadamente, de 1650 a 1750. Durante esse período, Oyo dominou a região entre o rio Volta (na atual Gana) e o rio Níger (onde hoje fica a Nigéria).

Há cerca de mil anos, os iorubas chegaram ao oeste do rio Niger e formaram numerosos reinos. Segundo a tradição, um herói chamado Oduduwa fundou o reino Oyo. O filho de Oduduwa tornou-se o primeiro governador de Oyo.

Oyo se tornou o mais forte reino ioruba, pois controlava o comércio da região. Por volta de 1600, Oropoto, governador de Oyo, montou um exército que tinha cavalaria (soldados montados em cavalos). Nos primeiros anos de 1700, Oyo derrotou o reino de Daomé, que ficava onde é hoje a República do Benin, e negociou com os europeus o porto de Ajacé (atual Porto-Novo, no Benin).

Com o passar do tempo, os governantes de Oyo negligenciaram seu exército. Gradualmente, o reino foi perdendo o controle sobre as rotas de comércio da costa. Logo após 1800, o reino caiu ante o poder dos fulanis, um povo muçulmano que vivia a nordeste.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.