O rio Paraguai é o quinto maior rio da América do Sul. Ele percorre terras do Brasil, da Bolívia, do Paraguai e da Argentina. Paraguai, na língua guarani, significa “grande rio”, ou “rio que dá nascimento ao mar”.

Aspectos físicos

O curso do rio Paraguai é de 2.621 quilômetros. Sua bacia abrange 1.095.000 quilômetros quadrados, com uma gigantesca vazão média de 363.455 metros cúbicos de água por segundo.

O rio Paraguai nasce no planalto de Mato Grosso, 300 metros acima do nível do mar, e corre para o sul, tornando-se lento e cheio de curvas. Ao longo de seu curso, dá origem ao Pantanal Mato-Grossense — considerado um dos lugares mais belos do planeta — e ao Chaco, no Paraguai.

O rio atravessa, de norte a sul, o centro da nação paraguaia, dividindo o país em duas partes: o Paraguai ocidental, região seca e plana, pouco habitada, e o Paraguai oriental, onde há colinas cheias de árvores e pastagens planas. Ao desaguar no rio Paraná, o rio Paraguai também o divide em duas partes, a alta, chamada brasileira, e a baixa, argentina.

Economia

Como rio de planície, sem grandes cachoeiras nem muitos acidentes geográficos, o rio Paraguai é propício à navegação. Em suas águas são transportados tanto passageiros quanto cargas.

O rio Paraguai e seus afluentes permitem a irrigação e o cultivo das terras. Na nação paraguaia, as águas permitem a pesca, a criação de gado e a plantação de milho, algodão e outras culturas. Nesse país sem mar, a população concentra-se ao redor do rio Paraguai, cultivando o campo ou formando cidades.

História

Do rio Paraguai deriva o nome da nação paraguaia. Nela viviam os índios guaranis, entre os rios Paraguai e Paraná, antes da chegada dos conquistadores espanhóis. A princípio, os colonizadores europeus interessaram-se pelo Paraguai apenas como região de passagem. Partindo do oceano Atlântico, eles entraram pelo rio da Prata e, através dos rios Paraná, Paraguai e de outras vias fluviais secundárias, chegaram ao Peru. Às margens do rio Paraguai, em 1537, os espanhóis criaram a cidade de Assunção, atual capital paraguaia.

Uma das principais batalhas da Guerra do Paraguai aconteceu junto ao rio Paraguai. Nesse confronto, conhecido como Passagem de Humaitá, o Brasil conseguiu ultrapassar a fortaleza paraguaia de Humaitá, o que contribuiu para a derrota do Paraguai na guerra.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.