Um rio é uma grande corrente natural de água que flui pela terra e nela esculpe cânions e vales. Embora os rios contenham apenas uma pequena fração da água total do planeta, eles sempre foram essenciais para os seres humanos. As pessoas usam os rios de vários modos, e muitas civilizações antigas se desenvolveram nas proximidades deles.

O trajeto dos rios

Um rio começa como um fiozinho de água em terreno alto. Essa água pode vir das chuvas, do subsolo ou do derretimento da neve e do gelo. Esse fiozinho de água se junta a outros ao descer a colina, vai engrossando e passa a se chamar regato, córrego ou riacho.

O riacho acaba por se tornar rio. No seu curso superior, o rio corre rapidamente, abrindo caminho pela terra e recolhendo solo e cascalho. Ao longo de milhares ou milhões de anos, esse movimento da água cria cânions e vales profundos. O Grand Canyon, formado pelo rio Colorado, nos Estados Unidos, e a grande garganta do rio Zambezi, sob as cataratas de Vitória, na África, são exemplos das transformações que um rio pode provocar na superfície da Terra.

No curso médio, o rio passa por declives mais suaves, ficando mais largo e mais lento. O solo, os cascalhos e a areia começam a se depositar no fundo.

Em seu curso inferior, o rio corre ainda mais lentamente e deposita no fundo uma quantidade maior de material sólido. Parte desse material pode ser levada além do estuário, ou foz — o local em que o rio entra no mar —, e pode se converter numa área de terra chamada delta.

Bacias fluviais

A área coberta pelo rio e por seus afluentes é chamada de bacia fluvial ou hidrográfica. Afluentes são correntes menores de água que deságuam no rio. Rios que têm a mesma extensão podem ter bacias de tamanhos diferentes. O rio Amazonas é pouco maior que o rio Nilo, mas a bacia Amazônica é duas vezes maior que a bacia do Nilo.

Importância para os seres humanos

Os rios sempre foram muito úteis para as pessoas. As primeiras civilizações — dentre elas a da Mesopotâmia e a do Egito, no Oriente Médio, e a do vale do Indo, onde hoje fica o Paquistão — se desenvolveram junto a rios. Os rios proporcionavam aos primeiros humanos não só água para beber, mas alimento em forma de peixes. Quando as pessoas aprenderam a construir barcos, os rios se tornaram uma via de locomoção fácil e barata. Áreas de várzea proporcionavam solo fértil para plantações, e sistemas de irrigação permitiam usar a água para a manutenção dos campos cultivados.

Hoje em dia, as pessoas continuam a depender dos rios para boa parte do abastecimento de água. Cidades precisam diariamente de enormes quantidades desse recurso, para uso doméstico e industrial. Barcos grandes, chamados barcaças, ainda hoje transportam grãos, carvão e minérios. Em muitos lugares, os rios são usados para produzir energia elétrica. Represas como a de Itaipu aproveitam a força das águas para criar grandes quantidades de eletricidade. Represas também são usadas para controlar o fluxo dos rios. Elas podem prever inundações frequentes, que causam problemas para as populações ribeirinhas (ou seja, aquelas que moram junto aos rios).

Um rio com muitas quedas-d’água e corredeiras também vira uma atração turística. Além de admirar a paisagem, as pessoas podem praticar esportes como a canoagem em suas águas.

Certas atividades humanas são prejudiciais para os rios. Grandes fábricas construídas junto a eles utilizam enormes quantidades de suas águas para diversos propósitos. Quando essa água é devolvida ao rio, ela está em uma temperatura mais alta que o normal. A água quente perturba o equilíbrio ecológico e mata os peixes. As indústrias também despejam produtos químicos nos rios. Cidades que se desenvolveram em suas margens contribuem para o problema ao liberar esgoto nas águas. Outra fonte de poluição é o uso de fertilizantes e pesticidas (substâncias que matam insetos) nas terras em torno do rio. Esses produtos penetram no solo e podem ir parar na água.

A poluição não afeta apenas os seres vivos que habitam o rio. Quando as pessoas comem peixes retirados de águas contaminadas, a poluição passa para o corpo delas. Isso pode causar câncer e outros problemas de saúde.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.