Muitos animais têm pelos, penas e outras coberturas naturais para protegê-los. Os seres humanos quase não têm proteção natural contra o clima. Mesmo assim, eles vivem em alguns dos lugares mais quentes e mais frios do planeta. As pessoas também sentem pudor, que é uma espécie de vergonha que as faz querer cobrir o corpo. Além disso, cada homem ou mulher tem uma personalidade, uma cultura e uma posição na sociedade. Por todas essas razões, os seres humanos usam roupas.

Materiais

Os primeiros seres humanos faziam roupas com couro e pelo de animais. Quando começaram a se estabelecer em aldeias e a praticar a agricultura, as pessoas passaram a fazer roupas com fibras naturais. Algumas fibras, como a seda e a , vinham dos animais; outras, como o algodão e o linho, eram fibras vegetais.

No final do século XIX, um químico francês criou o primeiro tecido sintético. Ele fabricou seda artificial a partir de uma fibra vegetal que havia sido transformada em líquido. Hoje, esse tecido é chamado de raiom. Na década de 1930, os cientistas criaram um material ainda mais útil a partir do petróleo. Ele é chamado de náilon. Raiom, náilon e outros materiais sintéticos podem ser mais resistentes e encolher menos do que os tecidos naturais; além disso, não amassam tão fácil.

Estilos

O estilo das roupas depende do clima de uma região. Pessoas que moram em uma floresta tropical precisam de pouca ou nenhuma roupa. Os habitantes dos desertos quentes do Oriente Médio e do norte da África usam roupões largos e brancos para se proteger do Sol. Na região ártica faz muito frio, e os inuítes (esquimós) vestem peles quentes, como a de foca, que é à prova de água. Em outras regiões, o clima pode ser quente ou frio, dependendo da estação, portanto as pessoas precisam ter tanto roupas leves quanto quentes.

As pessoas também usam roupas para se identificar. Os uniformes indicam quando alguém é um soldado, um enfermeiro ou um policial, por exemplo. Às vezes, as mulheres vestem cores e estilos diferentes dos usados pelos homens. Os jovens podem usar roupas pouco comuns para se rebelar contra os pais. Os ricos podem escolher roupas caras, desenhadas por estilistas famosos. A religião e a cultura também afetam os estilos. Apesar dessas diferenças, as viagens internacionais, o cinema e os programas de televisão ajudaram a disseminar estilos parecidos pelo mundo. O jeans, por exemplo, é popular em quase todos os lugares.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.