O scelidossauro foi um dos dinossauros encouraçados, isto é, que tinham uma armadura de escamas ósseas no corpo. Sendo herbívoro, sua dieta consistiu em plantas rasteiras e arbustos, que prosperaram durante o período Jurássico. É um membro da família dos scelidossaurídeos e pertence à ordem dos Ornithischia (os dinossauros com a bacia similar à das aves). Seu nome, do latim, significa “lagarto de limbo”, e foi inspirado pelas pernas em forma de pilares.

Quando e onde viveu o scelidossauro

O scelidossauro viveu durante o período Jurássico Inferior, cerca de 206 a 180 milhões de anos atrás, em partes da Europa.

Características físicas

A característica mais distintiva do scelidossauro foi a sua armadura. Tinha linhas de escamas ósseas e estriadas que formavam cristas curtas e afiadas ao longo das costas. Linhas adicionais de escamas ovais com pequenas protuberâncias se projetavam ao longo do corpo. As mandíbulas continham dentes grandes e ligeiramente côncavos, que estavam bem adaptados para rasgar a matéria resistente das plantas. Este animal podia crescer até 4 metros de comprimento. As extremidades do scelidossauro terminavam em grandes patas com cascos semelhantes aos dos cavalos. As patas traseiras eram mais longas que as dianteiras.

Pelas suas características, os paleontólogos consideram que o scelidossauro foi um estegossauro primitivo e um ancestro comum do estegossauro e do anquilossauro.

Comportamento

O scelidossauro se levantou e andou sobre as quatro patas na maioria das vezes. Entretanto, as evidências sugerem que ele teria sido capaz de se erguer em suas duas patas traseiras. Alguns cientistas acreditam que o scelidossauro foi capaz de se mover mais rapidamente do que muitos dos dinossauros que andavam sobre quatro patas. Outros afirmam que ele era um animal lento e desajeitado, e que dependia da blindagem de seu pesado corpo como proteção contra os predadores. O scelidossauro se reproduzia por ovos.

Evidência fóssil

A primeira evidência fóssil de scelidossauro foi descoberta e classificada por Sir Richard Owen, em 1860, na Inglaterra. Também foram descobertos restos deste dinossauro na China e no oeste dos Estados Unidos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.