A seda é uma fibra valiosa produzida por insetos chamados bicho-da-seda. O tecido de seda é usado para confeccionar roupas, lençóis e outros itens.

Seda natural

O bicho-da-seda é uma lagarta. Ele produz um fio de seda que sai por um tubo em sua cabeça. A lagarta vai enrolando esse fio em torno do próprio corpo até ficar totalmente coberta. Nesse ponto, está pronto o casulo, que vai proteger o bicho-da-seda até ele se transformar em mariposa. O casulo inteiro é formado por um único fio contínuo.

Algumas aranhas também produzem seda. Elas tecem teias para capturar insetos, dos quais se alimentam. Porém, a seda das aranhas é fina demais para ser transformada em tecido.

A indústria da seda

A criação de bichos-da-seda chama-se sericicultura. Existem grandes criações que têm como objetivo fornecer fios para a indústria da seda. Os bichos-da-seda são criados desde quando ainda são ovos até o momento em que fazem o casulo. Na natureza, o bicho-da-seda rompe o casulo para sair como mariposa. Em cativeiro, porém, ele não chega a virar mariposa, pois os casulos rompidos não poderiam ser utilizados. Os casulos recebem um banho de vapor, o que mata os bichos sem danificar o casulo.

Para processar a seda, o casulo é primeiramente colocado em água quente. Com isso, ele se torna macio e a seda pode ser desenrolada. Muitos casulos são desenrolados ao mesmo tempo para formar um fio. Vários fios são trançados para dar origem a fibras mais grossas e mais fortes. Essas fibras podem ser tingidas e tecidas.

História

A indústria da seda começou na China há mais de 4.500 anos. Os chineses comercializavam a seda, mas não contavam para outros povos como ela era feita. A seda era um produto tão importante que a rota comercial entre a China e a Europa ficou conhecida como Rota da Seda. No século VI, bichos-da-seda foram roubados da China. A partir de então, os europeus começaram a produzir sua própria seda.

Hoje, fibras artificiais são bastante usadas no lugar da seda, mas as pessoas ainda valorizam itens feitos de seda pura, por sua qualidade. A China continua a ser o maior produtor de seda do mundo; a Índia e o Japão estão entre os maiores consumidores.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.