O snowboard é um esporte radical de inverno. Ele é considerado uma modalidade do esqui, porém nasceu a partir do skate e do surfe. Acredita-se que o snowboard tenha surgido nos Estados Unidos, na década de 1960.

Assim como o esqui, o snowboard é praticado na neve. Porém, em vez de uma prancha em cada , os atletas se equilibram sobre uma única prancha larga. Outra diferença em relação ao esqui é que as hastes de mão não são usadas.

A prancha de snowboard é parecida com uma prancha grande de skate, porém sem rodas. Alguns modelos são levemente mais estreitos no centro do que nas bordas. As dimensões podem variar de acordo com o tipo de competição e o tamanho do atleta, mas em média as pranchas têm 1,5 metro de comprimento e 25 centímetros de largura. Presilhas especiais são usadas para manter os pés da pessoa unidos à prancha.

Como o esporte é praticado em temperaturas muito frias e envolve manobras perigosas, é importante usar os trajes e os equipamentos adequados. Roupas térmicas, gorros, luvas e meias especiais, bem como capacetes, botas e óculos de proteção são itens obrigatórios para snowboarders profissionais e amadores.

O snowboard foi reconhecido pelo Comitê Olímpico Internacional em 1994, e sua estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno ocorreu em 1998, em Nagano, no Japão. Nos jogos de 2014, em Sochi (na Rússia), quatro modalidades foram disputadas: o slalom gigante paralelo, o snowboard cross, o halfpipe e o slopestyle. As duas primeiras são provas de velocidade, ou seja, vence quem chegar primeiro ou fizer o melhor tempo; as duas últimas são provas que avaliam o desempenho do competidor ao realizar saltos e outras manobras difíceis. O órgão internacional que regula o snowboard é a Fédération Internationale de Ski (Federação Internacional de Esqui).

No Brasil, a primeira pista de snowboard foi construída em São Roque, no estado de São Paulo, no final da década de 1990. Pelo fato de não haver montanhas nevadas no Brasil, os snowboarders muitas vezes viajam para outros países da América do Sul, como Chile e Argentina, ou então para a Europa e os Estados Unidos. Dentre os atletas brasileiros que se destacam no snowboard estão Isabel Clark, nona colocada na categoria feminina nos Jogos Olímpicos de 2006, em Turim (na Itália), e Mário Zulian, o homem mais bem colocado da América Latina também nos jogos de Turim.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.