O sururu é um animal do grupo dos moluscos. É parecido com um mexilhão (marisco) de tamanho pequeno e, como ele, também é bivalve — isto é, seu corpo mole fica protegido por duas conchas que se fecham.

Existem dois tipos de sururu: os das pedras, maiores, de coloração rosada, que ficam agarrados às pedras no mar; e os sururus de manguezais, que são menores e mais escuros.

O sururu é muito conhecido nos estados do Nordeste do Brasil, onde é apreciado em pratos típicos, como o caldo de sururu, feito com azeite de dendê e leite de coco. Já no Espírito Santo, na região Sudeste, é utilizado em moquecas.

Muitas famílias sobrevivem da cata do sururu, especialmente em locais em que as pedras litorâneas constituem o ambiente ideal para a sua fixação e reprodução. Popularmente, em várias partes do Brasil se diz que um “sururu” é uma briga em que entra muita gente.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.