O taekwondo é uma arte marcial de origem coreana. A modalidade foi criada a partir de outras artes marciais, especialmente o caratê e o tae kyon, uma forma coreana antiga de autodefesa. O termo taekwondo significa “caminho dos pés e das mãos”.

O taekwondo valoriza mais a rapidez de reação do que a força. Além de ser praticado como exercício físico, é voltado também para o aprimoramento espiritual. Cortesia, integridade, perseverança, autocontrole e espírito indomável são os cinco princípios que guiam essa prática.

A formação em taekwondo é realizada por meio do aprendizado de técnicas de chutes, socos e bloqueios. Essas técnicas são praticadas em séries conhecidas como hyungs. Cada hyung tem um conjunto de movimentos diferente. Os alunos também praticam combinações básicas como o id-bo tueryon (luta de socos), que é uma sequência de ataques contra o adversário que lembra a posição dos jogadores em uma luta de boxe. Após completarem esse treino, os estudantes podem praticar a luta livre.

O esporte

Nas competições oficiais de taekwondo, os pontos são atribuídos aos atletas que conseguem executar corretamente as técnicas durante a luta livre, ou pela qualidade da apresentação dos hyungs.

Nos Jogos Olímpicos, cada combate é composto por três rounds de dois minutos. Além do quimono — chamado dobok —, os atletas vestem protetores no tórax e na cabeça. Os protetores são conhecidos como hogu e são sempre azuis para um dos atletas e vermelhos para o outro.

O taekwondo permite golpear tanto com os pés quanto com as mãos. O objetivo é acertar o oponente nas áreas cobertas pelos protetores. Chutes podem ser dados apenas acima da cintura; socos podem ser dados apenas no peito. É proibido usar os joelhos, empurrar o adversário, segurá-lo e atacá-lo enquanto ele está no chão. A luta pode ser vencida pela soma de pontos, por nocaute, ou caso o oponente cometa várias infrações e seja desclassificado.

História

A origem do taekwondo remonta ao ano 50 a.C., quando a Coreia era dividida em reinos. Nessa época, os guerreiros da dinastia Silla começaram a desenvolver o tae kyon. Mais tarde, no período da dinastia Koryo (936–1392), foram desenvolvidas técnicas de luta que contribuíram para formar a base do taekwondo praticado atualmente.

A história moderna do taekwondo se inicia após a Segunda Guerra Mundial. Em 1909 o Japão invadiu a Coreia e ali permaneceu até 1945. Durante esse período, as artes marciais coreanas foram oficialmente proibidas, mas muitos lutadores continuaram praticando-as clandestinamente. Quando a Segunda Guerra acabou e a ocupação japonesa chegou ao fim, os coreanos voltaram a praticar abertamente suas artes marciais. Havia então uma variedade de estilos de luta. Na metade da década de 1950, o general Choi Hong-hi unificou esses estilos em uma única prática, que ganhou o nome de taekwondo.

Em 1973, a Federação Mundial de Taekwondo foi fundada, passando a regular o esporte internacionalmente. Nesse mesmo ano, o primeiro campeonato mundial de taekwondo aconteceu em Seul. O taekwondo participou das Olimpíadas de Seul (1988) e de Barcelona (1992) como esporte de demonstração, passando a ser incluído oficialmente em 2000, nos Jogos de Sydney.

Ao Brasil, o taekwondo chegou em 1970 através do mestre Song Min Cho, que se estabeleceu em São Paulo. Em 1973 aconteceu o primeiro campeonato brasileiro do esporte. A primeira medalhista brasileira no taekwondo é Natália Falavigna. Além de conquistar o ouro em campeonatos mundiais, ela conseguiu o bronze nas Olimpíadas de Pequim, em 2008.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.