Talher é o nome dado a cada um dos utensílios utilizados pelos seres humanos durante a elaboração e o consumo das refeições. Eles ajudam a preparar a comida, a servi-la nos pratos e a levá-la à boca. No Ocidente, o conjunto principal de talheres é composto de garfo, faca e colher.

O termo “talher” surgiu na Idade Média, derivado de uma palavra do francês antigo, tailloir, que era uma faca longa e afiada usada para cortar carnes. Nessa época, embora as pessoas comessem principalmente com as mãos, um garfo grande de duas ou três pontas ajudava a levar o alimento à boca.

Atualmente, os talheres têm diversos tamanhos, formatos e funções. Existem talheres específicos para diferentes alimentos. Há, por exemplo, garfos para peixe e garfinhos para azeitonas; colheres de sopa, de chá, de café e de sobremesa; e facas especiais para pão e para carne.

Conta-se que foi a rainha Catarina de Médicis, nascida em Florença, que introduziu o uso de talheres na corte da França quando se casou com o rei Francisco I, na década de 1530. Até então, os nobres franceses comiam com a ajuda de uma grande colher ou de um grande garfo trinchante de duas pontas.

Os primeiros talheres eram feitos de barro. Houve também talheres de ossos. Na Idade do Bronze, eles começaram a ser feitos desse material. Depois a prata começou a ser utilizada para a confecção dos talheres, que passaram a simbolizar nobreza. Em alguns casos, os cabos tinham formas humanas ou de animais; muitos eram decorados, inclusive com pedras preciosas. Hoje há talheres de diversos materiais, como madeira, plástico, aço inoxidável, silicone e materiais reciclados.

Em certos países asiáticos, como a China e o Japão, as pessoas não utilizam garfo e faca, e sim os hashis, dois pauzinhos compridos feitos de madeira ou de outro material. Há hashis específicos para comer, para cozinhar e para servir a comida. Em outras regiões da Ásia, come-se com garfo e colher, sem faca à mesa. Em certas culturas da África, é costume comer apenas com as mãos, sem talher algum; uma massa assada fina, parecida com uma panqueca, ajuda a levar os alimentos à boca.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.