O telefone é um aparelho bastante usado na comunicação a longa distância. Com o telefone, uma pessoa pode conversar quase instantaneamente com alguém do outro lado do mundo. Alguns tipos de telefone se ligam uns aos outros por meio de fios. Outros, como os celulares, são conectados por ondas de rádio invisíveis que viajam pelo ar.

Como funciona o telefone tradicional

O telefone tradicional, ou fixo, depende de fios para enviar o som. O aparelho é formado por um fone e uma base, ligados entre si por um fio. O fone é a parte que a pessoa segura para fazer ou atender uma chamada. Uma extremidade do fone tem um microfone, junto ao qual a pessoa fala; a outra extremidade tem um pequeno alto-falante, pelo qual a pessoa escuta. A base fica conectada a uma corrente elétrica através de um fio.

Quando a pessoa fala ao telefone, o microfone transforma o som da voz em um sinal elétrico, que em seguida sai da base através do fio. A partir daí, a forma como o sinal viaja varia. Ele pode permanecer na forma de corrente elétrica e ser enviado através de fios e cabos, ou, na forma de luz, viajar através de filamentos chamados fibras ópticas. O sinal pode ainda ser transformado em ondas de rádio e enviado pelo ar através de antenas e satélites. Quando o sinal chega ao telefone na outra ponta, o alto-falante o transforma de novo no som da voz.

Telefone sem fio

O telefone sem fio é mais cômodo que o fixo. Como não tem um fio que ligue o fone à base, ele permite que a pessoa ande enquanto fala.

O telefone sem fio usa tanto sinais elétricos quanto ondas de rádio. A base recebe a ligação como um sinal elétrico, da mesma forma que o telefone com fio. Em seguida, a base transforma esse sinal em ondas de rádio e, por meio de uma antena, envia as ondas ao fone através do ar. A antena do fone capta as ondas e o fone as transforma em som.

Telefone celular

Os telefones celulares são ainda mais convenientes que os telefones sem fio porque funcionam em uma área muito mais ampla. Eles enviam e recebem ligações usando ondas de rádio.

As empresas de telefonia celular dividem uma área — por exemplo, uma cidade — em seções chamadas células. Cada uma dessas células tem uma torre para receber e enviar ondas de rádio. Se a pessoa passa de uma célula para outra durante uma chamada, a ligação muda de uma torre para outra. Isso significa que um telefone celular pode funcionar em qualquer lugar onde haja torres da empresa à qual ele está vinculado. As redes de telefone celular podem se estender por um país inteiro.

O telefone celular envia um sinal especial sempre que é ligado. Esse sinal permite que a rede saiba para onde deve direcionar as chamadas quando alguém liga para aquele telefone.

Muitos celulares podem fazer outras coisas além de ligações telefônicas. A maioria é capaz de enviar mensagens de texto para outros celulares. Muitos servem para tirar fotos, gravar vídeos, tocar música, navegar na internet e trocar e-mails. Em alguns tipos, conhecidos como smartphones, é possível instalar programas de computador chamados aplicativos. Os aplicativos servem para ler, jogar, fazer compras, consultar mapas, dentre muitas outras tarefas. Por esse motivo, smartphones são considerados pequenos computadores portáteis.

História

Não existe consenso em relação a quem foi o criador do telefone, mas Alexander Graham Bell costuma ser considerado seu inventor. Em 1876, ele transmitiu as primeiras palavras por telefone. Mais tarde, naquele mesmo ano, Bell fez a primeira ligação a longa distância, conversando com seu assistente, que estava a uma distância de 3,2 quilômetros. Em 1915, as pessoas já podiam fazer telefonemas por todo o território dos Estados Unidos. O serviço telefônico através do oceano Atlântico começou em 1927. Os primeiros celulares apareceram no final dos anos 1970.

Por volta da mesma época, os avanços na eletrônica tornaram os telefones úteis para outras funções, além de falar. Os aparelhos de fax se popularizaram no final da década de 1970, utilizando os fios de telefone para enviar palavras e imagens. Depois, os computadores passaram a se conectar à internet por meio das linhas telefônicas. No início do século XXI, com a popularização dos smartphones, muitos lares vêm deixando de ter telefone fixo.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.