O texugo é um mamífero conhecido pela enorme capacidade de escavar. É da mesma família da doninha, do cangambá, da lontra e do visom.

Muitos habitats, como pastagens e florestas, servem de ambiente para as oito espécies de texugos que existem. O texugo-americano vive na parte ocidental da América do Norte. O texugo-eurasiático pode ser encontrado na Europa e na Ásia. As outras espécies vivem no sudeste da Ásia. No Brasil, não há nenhuma espécie.

O texugo é um animal robusto, com patas curtas. As diferentes espécies variam de 33 a 81 centímetros de comprimento, fora a cauda, e têm cerca de 23 a 30 centímetros de altura. O texugo-americano algumas vezes parece mais largo do que alto. Muitos texugos tem o pêlo cinza ou marrom. Várias espécies têm marcas brancas e pretas na cara e nas costas.

As fortes patas dianteiras e as pesadas garras do texugo são excelentes para cavar ao fazer sua casa subterrânea, a toca. Ele pode também cavar em busca de pequenos animais escondidos, como esquilos, camundongos e coelhos. Muitas espécies também comem insetos, lagartos, pássaros e plantas. O texugo se alimenta principalmente à noite.

Os texugos são fortes para o tamanho e podem lutar ferozmente quando ameaçados. Todos os texugos têm glândulas odoríferas próximas da cauda. O texugo-fedorento dispara um líquido de odor fétido (isto é, de cheiro muito ruim) dessas glândulas em direção aos inimigos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.