O tico-tico é uma ave do grupo dos pássaros canoros, da ordem dos chamados passeriformes. É um dos pássaros mais conhecidos do Brasil, sendo às vezes confundido com o pardal. O tico-tico pode ser encontrado no Brasil inteiro, exceto na região da floresta Amazônica. Também está presente do México ao Panamá e na maior parte da América do Sul, até a Patagônia, na Argentina.

O tico-tico é um pássaro pequeno, com cerca de 15 centímetros de comprimento. Sua plumagem é castanho-acinzentada, com duas faixas mais escuras na cabeça. O macho diferencia-se da fêmea por um pequeno topete com desenho estriado na cabeça. A fêmea, além de não ter o topete, tem a coloração mais apagada.

É comum encontrar tico-ticos em áreas abertas, plantações, jardins, pátios e coberturas de edifícios. Vivem em casais isolados e são territorialistas, isto é, o macho ataca tico-ticos vizinhos que invadam seu território. O tico-tico alimenta-se de sementes, brotos, frutas e insetos. Ele costuma dar pequenos pulos no solo para revirar a camada de folhas ou de terra solta que cobre seu alimento.

Na época da reprodução, a fêmea do tico-tico bota de dois a cinco ovos, que eclodem em cerca de treze a catorze dias. Em certas regiões, os tico-ticos são ameaçados por outra espécie, conhecida como chupim ou vira-bosta. Esses pássaros colocam seus ovos nos ninhos de tico-ticos, que os chocam e cuidam dos filhotes como se fossem seus.

Uma música brasileira muito conhecida, de autoria de Zequinha de Abreu , divulgada pela primeira vez em 1917 e gravada por Cármen Miranda e muitas outras cantoras, chama-se “Tico-tico no fubá”. Ela fala de um tico-tico que gostava de comer o farelo do fubá. Também se chamava O Tico-Tico uma revista para crianças que foi editada de 1905 a 1958 no Brasil; durante muitos anos, foi a publicação infantil mais vendida no país.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.