Na mitologia da Grécia antiga, os titãs eram gigantes que em outros tempos dominaram o mundo. De acordo com a lenda, eram filhos de Urano (o Céu) e de Gaia (a Terra). Urano odiava seus filhos e os trancou na Terra. Os titãs se revoltaram contra ele e tomaram o poder. Crono, ou Cronos (Saturno, para os romanos) tornou-se então o chefe dos titãs.

Mais tarde, Zeus, filho do titã Crono, liderou uma longa guerra que obrigou os titãs a deixar o poder. Então Zeus tornou-se o chefe e deus principal do Olimpo — a morada dos deuses.

Houve vários titãs e titânides importantes. A titânide mais importante foi Reia, mulher de Crono e mãe de Zeus. O titã Hipérion era o pai do Sol, da Lua e da Aurora. Atlas carregava o céu nas costas. E o titã Prometeu ajudou a humanidade dando o fogo às pessoas.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.