O tucunaré é um peixe que vive nos rios da América do Sul, em especial no Brasil. Existem cerca de catorze tipos de tucunaré. Seu ambiente natural é a bacia amazônica, porém alguns criadores levaram peixes dessa espécie para represas da região Sudeste.

Em seu habitat natural, na Amazônia, os tucunarés são grandes: costumam medir de 50 a 60 centímetros, em média, e pesam entre 3 e 10 quilos. Os que são criados nas represas do Sudeste do país, porém, são menores. Quando nascem, os filhotes têm três pintas pretas ao longo do corpo. Depois, essas pintas se unem, formando uma listra. Quando os peixes crescem mais, começam a aparecer listras verticais.

O tucunaré é um peixe que não aprecia águas muito agitadas. Por isso, costuma ficar em pequenas lagoas, indo para os igapós — matas inundadas — durante a época das cheias. Nos rios, pode ser encontrado em remansos. Nas represas, costuma ficar próximo das margens, onde pode se esconder entre galhos e plantas.

De hábitos diurnos, os tucunarés dormem rente ao leito da água apenas quando está escuro. Alimentam-se de peixes menores, de pitus e de insetos que caem na água. Para reproduzir-se, constroem dentro da água um tipo de ninho, feito de pequenas pedras. A fêmea cuida do local, e o macho nada em volta. Os filhotes ficam com os pais por cerca de dois meses. Depois, formam cardumes enormes e migram para locais mais quentes.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.