No corpo humano, a unha é uma estrutura rígida que cresce na ponta dos dedos das mãos e dos pés. Muitos primatas, como os antropoides e os macacos, também têm unhas nas mãos e nos pés. Outros animais, porém, possuem estruturas semelhantes chamadas garras.

Tanto as unhas como as garras são feitas de uma proteína chamada queratina, da mesma forma que os cascos, o cabelo, as penas e os chifres.

Unhas

A parte externa da unha, chamada de lâmina, é quase transparente, sendo formada por células mortas. Por baixo da lâmina está o leito ungueal, com muitas terminações nervosas e repleto de vasos sanguíneos que dão a ela uma cor rosada.

A unha cresce a partir da raiz, que fica sob a pele, na base da unha, e, conforme ela vai crescendo, novas células empurram as velhas em direção à ponta do dedo. A parte da unha que fica oposta à raiz parece branca porque não está mais conectada ao leito ungueal.

As unhas têm a função de proteger as pontas dos dedos e servem também para raspar e segurar pequenos objetos.

Garras

Muitos animais possuem garras, que crescem de forma curva, para baixo, a partir da ponta dos dedos.

A forma das garras varia de acordo com a espécie. As águias têm garras compridas para agarrar sua presa. Os gatos têm garras pequenas, que podem ser recolhidas para dentro das almofadas das patas.

Como as unhas, as garras também protegem as pontas dos dedos dos animais. Além disso, podem ser usadas para se coçar, segurar objetos, cavar, escalar ou lutar com outros animais.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.