Veneno é uma substância que causa danos quando entra no organismo ou em contato com a pele. Alguns produtos de limpeza são tóxicos, ou seja, podem envenenar. Algumas plantas também. Certos animais, como alguns tipos de cobras, aranhas, insetos e peixes, produzem secreções venenosas. O gás monóxido de carbono é tóxico, e alimentos estragados também podem provocar intoxicação.

Alguns venenos, como o óleo presente nas folhas da hera venenosa, causam coceira e ardência. Outros, como os de certos fungos e cogumelos, podem causar doenças graves ou mesmo levar à morte.

Os venenos podem fazer efeito em segundos, ou então ir se acumulando no organismo por dias, semanas ou meses antes de a pessoa ficar doente. É possível sentir no ato a ferroada venenosa de um escorpião. Mas, se uma pessoa aspira regularmente partículas de uma tinta que contenha chumbo, este vai se acumulando gradualmente no organismo, e os danos só são percebidos com o passar do tempo.

Os venenos podem ser agrupados de acordo com a parte do corpo que prejudicam. O monóxido de carbono torna o sangue incapaz de conduzir oxigênio suficiente. Doses muito grandes de paracetamol, um medicamento que diminui a dor e a febre, prejudicam o fígado. Muitos venenos, entre eles os de algumas cobras peçonhentas, como a naja, agem diretamente nos nervos das vítimas, paralisando seus músculos e impedindo-as de se mover. Amônia e produtos usados para desentupir encanamentos são prejudiciais aos olhos das pessoas e, se engolidos, causam lesões na garganta e no estômago.

Se uma pessoa achar que alguém foi envenenado, deve chamar a emergência imediatamente. Também é aconselhável telefonar para algum centro de pesquisa que estude tratamentos contra venenos e toxinas, a fim de obter informações sobre o que deve ser feito. Os médicos são capazes de tratar muitos casos de envenenamento, mas, mesmo assim, as pessoas devem aprender a identificar e evitar os venenos, como medida de prevenção. É extremamente importante manter medicamentos, produtos de limpeza e outras substâncias tóxicas fora do alcance das crianças e dos animais.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.