Os vikings (também se pode escrever “viquingues”) eram um povo guerreiro nórdico, ou escandinavo, do norte da Europa. Eles navegaram pelos mares desde o final do século VIII até o século XI. Atacaram muitos países e roubaram muitos tesouros. Seus vizinhos do norte da Europa lhes deram o nome de vikings, que significa piratas.

A vida dos vikings

A terra natal dos vikings era a região que hoje se chama Escandinávia e abrange a Dinamarca, a Noruega e a Suécia. Os vikings também se estabeleceram pacificamente na Islândia, na Groenlândia e em outras ilhas do Atlântico Norte. Em terra eles eram agricultores. Pertenciam a clãs, ou grandes famílias, e eram governados por chefes.

Os vikings eram bons marinheiros. Viajavam em um tipo de navio chamado drakkar, ou navio-dragão, que se deslocava pelos mares graças à atividade dos remadores e às velas. Por volta do ano 1000, um viking chamado Leif Eriksson chegou até a América do Norte. Teria sido, portanto, o primeiro europeu a chegar à América, antes de Colombo.

Além de bons marinheiros, os vikings eram guerreiros ferozes. Os deuses que eles cultuavam eram também guerreiros. Seu principal deus chamava-se Odin e governava um céu de guerreiros chamado Valhala.

Os vikings enterravam seus chefes com os suprimentos que acreditavam ser necessários para eles entrarem no Valhala — ferramentas, armas e até barcos. Cientistas modernos ficaram sabendo muita coisa sobre a vida desse povo examinando seus túmulos.

Textos chamados sagas fornecem outras informações sobre esses nórdicos. As sagas são histórias dos vikings escritas pelos islandeses entre os séculos XII e XIII.

Conquistas

Os vikings atacaram pela primeira vez a Inglaterra no final do século VIII. Em 865, um grupo de vikings vindo da Dinamarca conquistou vários reinos ingleses. Os ingleses os expulsaram em 954, mas eles logo voltaram. O rei dinamarquês Canuto I governou a Inglaterra de 1016 a 1035, como parte do seu império viking. A Inglaterra finalmente se livrou do domínio dinamarquês em 1042.

Contudo, em 1066 os normandos — descendentes dos vikings que tinham se fixado na França — conquistaram a Inglaterra. A palavra “normando” significa “homem do norte”.

Os vikings atacaram a Irlanda pela primeira vez em 795 e ali fundaram vários reinos. Eles ameaçaram toda a Irlanda até 1014, quando os irlandeses os derrotaram na batalha de Clontarf.

Alguns vikings vagaram para o leste, atacando e saqueando as costas do mar Báltico. Depois de invadir a Rússia, penetraram no continente e se misturaram à população nativa. O nome “Rússia” vem de uma palavra viking.

Depois do século XI, os vikings já não eram mais um grupo de guerreiros independentes. Alguns deles se misturaram à população das terras que conquistaram. Outros se fixaram em sua terra natal. Essa região se tornou mais estável e, por fim, cada conjunto de reinos guerreiros se tornou um país separado.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.