A visão é um dos cinco sentidos e só é possível graças ao trabalho em conjunto dos olhos com o cérebro.

O olho humano é formado pelo globo ocular, que possui aproximadamente 2,5 centímetros de diâmetro e encontra-se dentro de uma cavidade óssea, protegido pelas pálpebras.

O formato esférico dos olhos é devido à quantidade de líquido dentro deles, que mantém pressão suficiente para que fiquem distendidos. Esse líquido é dividido em duas partes: humor aquoso e humor vítreo. A parte branca dos olhos recebe o nome de esclera e é revestida por uma membrana transparente denominada conjuntiva.

A visão ocorre quando a luz refletida pelos objetos que estão ao nosso redor atinge a córnea, uma estrutura transparente que reveste a íris, parte colorida dos olhos. Além de dar cor aos olhos, a íris controla a intensidade da luz que entra através da pupila, um pequeno orifício no centro da íris.

Ao passar pela pupila, a luz atinge o cristalino, uma estrutura que funciona como uma lente de focalização, direcionando os raios luminosos para a retina. A retina é uma membrana localizada no fundo dos olhos, responsável pela formação da imagem. Porém a imagem que se forma na retina fica invertida, ou seja, de cabeça para baixo; por isso, o nervo óptico se comunica com o sistema nervoso para que o cérebro faça a interpretação dessa imagem, recolocando-a de forma correta. Depois de todo esse processo, a visão se completa.

As lágrimas têm papel importante na visão, pois mantêm a córnea e a conjuntiva lubrificadas, o que diminui o atrito com as pálpebras e dificulta o desenvolvimento de micro-organismos causadores de infecções. Quando as pessoas têm problemas de visão, consultam especialistas como o oftalmologista ou o optometrista. Eles estão treinados para diagnosticar e prescrever tratamentos como o uso de lentes de contato ou óculos de grau.

Muitos animais são dotados do sentido da visão, desde a extremamente eficiente até a que percebe apenas o claro e o escuro. As aves de rapina, como as águias, conseguem enxergar suas presas à distância de 5 mil metros. Já um verme como a planária não consegue enxergar nada, apenas percebe a luminosidade.

Os cães enxergam apenas algumas cores, como violeta, azul e verde, mas sua visão noturna é mais apurada. Os gatos enxergam em profundidade à noite e têm o campo visual mais amplo que o do homem. Um fato curioso é em relação aos touros, que não têm visão colorida. Assim, nas touradas, o que chama a atenção do animal é a movimentação da capa do toureiro e não o fato de ser vermelha.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.