O La Niña é um fenômeno meteorológico que pode ocorrer logo após o El Niño. Ele se forma no oceano Pacífico e tem os efeitos opostos do El Niño sobre as condições do tempo na Terra. Embora aconteça com menos frequência, o La Niña pode ser tão grave quanto o El Niño.

Causas

Em condições normais, os ventos alísios (aqueles que sopram na região do equador) se deslocam sobre o oceano Pacífico de leste para oeste, levando a água quente da superfície para o Pacífico ocidental, ou seja, para a região da Indonésia e da Austrália. Esse movimento permite que a água mais fria, rica em nutrientes, venha à superfície no Pacífico leste, junto à América do Sul.

Quando o La Niña ocorre, os ventos alísios sopram com muito mais força que de costume, e a temperatura da água no Pacífico leste cai abaixo do normal. As correntes oceânicas continuam se movendo para o oeste, levando a água fria do leste para o centro. Portanto, o La Niña é caracterizado por temperaturas mais baixas que o normal nas águas das regiões leste e centro do Pacífico.

Consequências

Assim como o El Niño, o La Niña tem impacto sobre o planeta todo. Dentre seus efeitos está a diminuição das chuvas na costa oeste das Américas do Norte e do Sul. O sudeste dos Estados Unidos tem invernos mais quentes e secos que de costume, enquanto o noroeste enfrenta uma estação mais fria e úmida do que a média. A quantidade de chuvas pode aumentar na Indonésia, na Austrália e em outras regiões do sul e do oeste do Pacífico. Além disso, os furacões que atingem a costa do golfo do México e outras partes do oceano Atlântico tendem a ser mais severos em anos de La Niña.

No Brasil, o fenômeno traz um aumento de chuvas na Amazônia, o que provoca a cheia acima do comum em alguns rios da região. O Nordeste também tem mais chuvas que o normal, e as áreas litorâneas ficam sujeitas a inundações. O Sul, por sua vez, passa por condições mais secas que de costume.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.