Cidadania é tudo aquilo que faz de uma pessoa um cidadão, ou integrante pleno, de um país. Os cidadãos têm direitos que são garantidos pelas leis de seu país. Em contrapartida, eles também têm deveres; um dos mais importantes é ser leal para com seu país.

Cidadania é diferente de nacionalidade. A nacionalidade de uma pessoa diz em que país ela nasceu. Mas os nacionais de um país nem sempre são cidadãos dele. Essas pessoas podem ter obtido a cidadania de outro país ou ter perdido a de origem. Aqueles que vivem em um país sem ser cidadãos nem nacionais dele são chamados de estrangeiros.

Tornar-se cidadão

Cada país tem suas próprias regras sobre quem é cidadão e sobre como se tornar um deles. Em geral, porém, há quatro modos básicos de se tornar cidadão. Primeiro, pelo nascimento: todos os que nascem em um país são naturalmente cidadãos dele. Segundo, pela filiação: todos aqueles cuja mãe ou cujo pai é cidadão do país também têm o direito à mesma cidadania. Terceiro, pelo casamento: todos aqueles que, sendo estrangeiros, forem casados com um cidadão do país também podem se tornar cidadãos dele. Quarto, por opção: um indivíduo que passa por um processo chamado naturalização se torna cidadão do novo país que adotou.

A naturalização é uma forma de alguém que nasceu em um país se tornar cidadão de outro, em que escolheu viver. As leis de naturalização são diferentes de um país para outro. Usualmente, estrangeiros que querem se naturalizar precisam ter vivido no novo país por muitos anos e falar a língua local. Eles necessitam também passar por um exame para provar que conhecem as leis e a história do país. Além disso, geralmente devem fazer um juramento de lealdade. Nem todos os países permitem que estrangeiros se tornem cidadãos naturalizados.

Direitos e responsabilidades

Os cidadãos têm direitos que variam de um país para outro. Geralmente eles têm o direito de votar e de ser votados para cargos públicos. Também podem ser direitos do cidadão a liberdade de crença e de religião e a de expressar livremente seu pensamento.

Todos os cidadãos também têm deveres ou responsabilidades. Votar é tanto uma responsabilidade quanto um direito. O voto busca garantir que o governo eleito trabalhe para o bem de todos os cidadãos. Outro dever dos cidadãos é, se convocados, servir como jurados em um julgamento. Alguns países têm o serviço militar como dever de todos os seus cidadãos.

Os estrangeiros podem ter alguns direitos iguais aos de um cidadão, mas em geral não podem votar nem ser funcionários públicos no país em que vivem. Eles também têm alguns dos deveres de cidadãos, como obedecer às leis do país e pagar impostos.

Perda da cidadania

As pessoas só perdem sua cidadania em alguns casos especiais. Um governo pode, por exemplo, tirar a cidadania de alguém que se torna cidadão de outro país. Um governo também pode tirar a cidadania de alguém que mostre submissão ou lealdade a outro país — por exemplo, se essa pessoa servir em um exército estrangeiro. Tentar derrubar um governo pela força é um crime sério que pode resultar na perda da cidadania. Cidadãos naturalizados que cometem um crime considerado grave também podem sofrer essa pena.

Aqueles que perdem sua cidadania podem acabar como cidadãos de país nenhum. Essas pessoas são chamadas de apátridas.

No Brasil

No Brasil, o alistamento militar deve ser feito por todos os jovens do sexo masculino, e o voto é obrigatório para os maiores de 18 anos e menores de 70. Por outro lado, o voto é facultativo para os analfabetos, os jovens entre 16 e 18 anos e os maiores de 70. Os estrangeiros não podem votar nem ser candidatos a cargos públicos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.