Os iroqueses foram um grupo nativo da América do Norte que viveu na região dos Grandes Lagos onde hoje é o estado de Nova York, nos Estados Unidos. Cinco nações — caiugas, mohawks, oneidas, onondagas e sênecas — constituíam originalmente a Confederação Iroquesa.

Esses grupos falavam línguas semelhantes e viviam perto uns dos outros. Algumas pessoas dizem que, pelo fato de ter durado centenas de anos, a Confederação Iroquesa foi um dos exemplos que inspirou os fundadores dos Estados Unidos em sua organização política. Uma sexta tribo, a dos tuscaroras, se juntou à confederação em 1722.

Sociedade e cultura

As casas dos iroqueses eram comunitárias. As moradias eram suficientemente grandes para abrigar várias famílias. Sua estrutura de madeira era recoberta de cascas de árvore. Os iroqueses tiravam das florestas vizinhas os materiais usados para fazer canoas de madeira e recipientes para uso doméstico.

Roças de milho, feijão e abóbora eram plantadas perto das aldeias e cuidadas pelas mulheres. Depois da colheita do outono, os homens se mudavam temporariamente para as florestas, iniciando a temporada de caça. Na primavera, as famílias se reuniam para pescar em rios e lagos próximos às aldeias.

Os iroqueses eram divididos em clãs e sempre pertenciam ao clã de sua mãe. Ninguém podia casar-se com um membro de seu próprio clã. A Confederação Iroquesa decidia sobre questões que afetavam todas as tribos iroquesas. O grupo era composto por 50 chefes. Quando um desses líderes morria, as mulheres do clã ao qual ele pertencia escolhiam seu sucessor.

Quando combatiam outros grupos indígenas, os guerreiros iroqueses frequentemente capturavam prisioneiros. Os prisioneiros às vezes eram adotados, para tomar o lugar de parentes mortos. No final do século XVII, boa parte da população iroquesa era composta de pessoas adotadas de outras tribos.

História

De acordo com a tradição, a Confederação Iroquesa foi fundada por um líder indígena chamado Hiawatha, que ajudou a promover a paz entre as tribos após um longo período de guerras. Acredita-se que isso aconteceu em algum momento do século XV ou XVI.

O primeiro contato dos iroqueses com pessoas não indígenas aconteceu no século XVI. Os primeiros europeus que os iroqueses conheceram eram missionários e comerciantes. Os conflitos começaram em 1609, quando o explorador francês Samuel de Champlain liderou uma força que os atacou. Os franceses eram aliados dos índios algonquianos, inimigos dos iroqueses.

Os iroqueses se aliaram aos britânicos, oferecendo a eles peles de animais em troca de artigos europeus como ferramentas de metal e armas de fogo. Com isso, conseguiram expulsar várias tribos de suas terras tradicionais, como os huronianos e os eries.

Os tuscaroras, que falavam uma língua iroquesa, foram expulsos de suas terras na Carolina do Norte pelos britânicos no início do século XVIII. Em 1722, os iroqueses aceitaram os tuscaroras como o sexto grupo de sua confederação.

A Guerra de Independência dos Estados Unidos (1775–83) dividiu a confederação. Mohawks, sênecas, onondagas e caiugas permaneceram leais aos britânicos. Eles foram liderados pelo chefe mohawk Joseph Brant. Oneidas e tuscaroras se uniram ao lado americano na disputa.

Após a guerra, os iroqueses perderam grande parte de suas terras no estado de Nova York. Os britânicos deram a Joseph Brant algumas terras em Ontário, no Canadá, e muitos iroqueses foram viver lá. Segundo o censo norte-americano de 2010, existem cerca de 81 mil indivíduos iroqueses. Muitos deles ainda vivem em Nova York, enquanto outros vivem no estado de Wisconsin ou no sul do Canadá.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.