A palavra larva é usada para se referir a filhotes de certos animais que precisam passar por grandes transformações físicas antes de se tornar adultos. O corpo da larva é completamente diferente do corpo que o organismo adulto terá. As larvas também podem viver em ambientes diferentes daqueles que os adultos habitam.

Muitos insetos passam pelo estágio de larva. O revestimento exterior, ou exosqueleto, de certos insetos é feito de uma substância resistente chamada quitina, que não se estica nem cresce. As larvas desses insetos precisam trocar de exosqueleto diversas vezes à medida que se desenvolvem. Isso acontece, por exemplo, com o gafanhoto. Outras larvas de insetos permanecem com uma pele macia durante o período de crescimento. Antes de chegar à forma adulta, as larvas de insetos passam por mais uma etapa, chamada estágio de pupa. Insetos que passam pelos quatro estágios — ovo, larva, pupa e adulto — sofrem metamorfose completa.

As larvas de borboletas e mariposas são conhecidas como lagartas. Os girinos, que dão origem a sapos, rãs e pererecas, também são larvas. Outros organismos que passam pelo estágio larval incluem as águas-vivas, as anêmonas-do-mar e as estrelas-do-mar, bem como certos tipos de moluscos e de crustáceos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.