A paralisia cerebral é uma condição causada por certos tipos de problema no cérebro, principalmente nas partes que controlam os movimentos dos músculos. A palavra “paralisia” se refere à perda de movimento. Assim, pessoas com paralisia cerebral têm dificuldade para controlar o movimentos dos músculos.

Os músculos das pessoas com paralisia cerebral podem ser fracos ou sofrer espasmos. Alguns músculos também podem “congelar” em determinada posição. Essa falta de controle sobre os músculos pode tornar difícil ficar de pé, andar e falar. Algumas crianças com paralisia cerebral também podem ter deficiência mental, mas a maioria não tem.

Não há uma única causa para a paralisia cerebral. Na maioria dos casos, não é possível determinar sua causa exata. O dano no cérebro que a provoca muitas vezes acontece quando o bebê está se desenvolvendo no útero da mãe. Ele pode acontecer por causa de uma deformação no cérebro ou porque esse órgão não recebe oxigênio suficiente. Os bebês podem desenvolver paralisia cerebral depois de nascer. Graves lesões na cabeça e infecções como a meningite também podem ser causas dessa condição.

Não há cura para a paralisia cerebral. Existem remédios que podem ajudar a controlar os movimentos musculares involuntários. Suportes para as pernas e fisioterapia (exercícios físicos especiais) podem melhorar o equilíbrio e os movimentos da pessoa. A fonoaudiologia (exercícios para a fala) pode ajudar a desenvolver as habilidades de comunicação.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.