O porco é um mamífero robusto cujo formato lembra o de um barril. Ele é um animal famoso por ter grande apetite. Alguns porcos são selvagens, e outros, domésticos (criados pelo homem). Os porcos também são chamados de suínos.

Suinocultores criam porcos a fim de vender sua carne para consumo. A gordura extraída dessa carne é chamada de banha. Com a pele dos porcos, faz-se couro, e seu pelo duro serve como cerdas de escovas.

Onde vivem os suínos

Os porcos domésticos vivem em todos os continentes, exceto na Antártica. Vários tipos de porcos selvagens são encontrados na Europa, na Ásia, na África e em algumas regiões das Américas. O caititu, também conhecido como cateto, é parente dos javalis e pode ser encontrado do sudoeste dos Estados Unidos à Patagônia. Os porcos selvagens vivem em florestas e em campos abertos. A China tem a maior população mundial de suínos domésticos, seguida pelos Estados Unidos.

Características físicas

O porco tem corpo volumoso, com pernas curtas. Sua pele grossa é coberta por pelos duros. Os porcos medem desde cerca de 60 centímetros até 2 metros de comprimento. Os porcos domésticos podem chegar a pesar 320 quilos. O javali é o maior porco selvagem, mas é menor do que os porcos domésticos.

O focinho do porco é uma superfície plana e circular que lembra o formato de uma tomada. Os porcos usam o focinho para encontrar comida no chão e cavar. Os porcos selvagens também usam suas presas afiadas para cavar e se defender. Os porcos domésticos não possuem presas, mas têm dentes compridos.

Comportamento

As fêmeas selvagens convivem pacificamente, mas os machos brigam muito, por isso geralmente vivem sós. Os porcos selvagens comem grande variedade de alimentos, incluindo folhas, raízes, frutas, répteis e roedores. Os porcos domésticos comem grãos e restos de comida.

A porca dá à luz após uma gestação de cerca de quatro meses. Geralmente nascem de dez a onze filhotes, chamados de leitões.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.