O rádio é uma forma de enviar e receber sons e outras informações. As informações são transportadas por ondas invisíveis, chamadas ondas de rádio. Essas ondas são usadas para transmitir programas de rádio e de televisão. Radares, celulares, telefones sem fio, redes de computadores sem fio e outras formas de comunicação também usam as ondas de rádio.

Como o rádio funciona

As ondas de rádio são um tipo de radiação. Radiação é energia que se move. Como todas as ondas de radiação, as ondas de rádio têm uma propriedade chamada frequência. A frequência descreve o número de ondas que passam por um determinado ponto a cada segundo.

As ondas de rádio são enviadas por um aparelho chamado transmissor. O transmissor transforma música, fala, imagens e outras informações em sinais elétricos. O transmissor combina esses sinais elétricos com ondas de rádio de uma determinada frequência. As ondas se espalham em todas as direções a partir de uma antena conectada a um transmissor.

As ondas de rádio são recebidas por uma antena conectada a um aparelho chamado receptor. O receptor separa os sinais elétricos das ondas de rádio, depois transforma esses sinais novamente em sons e imagens. O aparelho de rádio é um receptor que capta ondas que transmitem sinais sonoros. O rádio envia sinais elétricos pelos alto-falantes para que o som possa ser ouvido. Cada estação de rádio emite ondas em uma certa frequência. O ouvinte muda as frequências do rádio para poder escutar estações diferentes.

História

No final da década de 1890, várias pessoas começaram a pesquisar maneiras de enviar e receber sinais elétricos usando ondas de rádio. No entanto, um cientista italiano chamado Guglielmo Marconi ganhou a maior parte dos créditos por ter desenvolvido o rádio. Em 1897, ele criou uma empresa que desenvolveu diversos usos para o rádio.

A primeira estação de rádio começou suas transmissões em Pittsburgh, no estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, em 1920. Nos dois anos seguintes, mais de duzentas estações de rádio foram criadas. Até meados da década de 1950, o rádio era a principal fonte de entretenimento e informação. A partir de então, a televisão se tornou mais popular.

No começo do século XXI, as transmissões por satélite levaram muitas pessoas a se interessar novamente pelo rádio. O chamado radiossatélite é um novo método de transmissão das ondas sonoras. Em vez de usar antenas na Terra, as estações de radiossatélite fazem transmissões a partir de satélites artificiais. O radiossatélite fornece um som mais limpo e apurado. As emissoras desse tipo também podem ser ouvidas em uma área maior do que as estações de rádio comuns.

O rádio no Brasil

As primeiras experiências com o rádio no Brasil foram feitas pelo padre Roberto Landell de Moura, em Porto Alegre, no ano de 1893.

A primeira transmissão de rádio no país ocorreu durante o centenário da Independência do Brasil, em 7 de setembro de 1922. Foi transmitido o discurso de abertura da Exposição do Centenário, proferido por Epitácio Pessoa, presidente da República.

As décadas de 1940 e 1950 são consideradas a Era do Rádio no Brasil. Dentre as estações que se destacavam na época estão as rádios Nacional, Mayrink Veiga e Tupi. Além de música, eram transmitidos noticiários, programas de humor e narrações esportivas, dentre outras atrações. As radionovelas faziam especial sucesso. As primeiras radionovelas brasileiras, Em busca da felicidade e A predestinada, foram ao ar em 1941. A de maior sucesso foi O direito de nascer, que estreou em 1951 e mais tarde foi adaptada para a televisão.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.