A salsa, ou salsinha, é uma erva aromática usada como tempero em peixes, carnes, sopas, molhos, saladas e outros pratos. Ela pode ser empregada tanto fresca quanto seca. Seu nome científico é Petroselinum crispum.

Nativa da região do Mediterrâneo, a salsa já era conhecida na Grécia e na Roma antigas. Atualmente, é cultivada em várias partes do mundo. A planta da salsa é bienal, ou seja, leva dois anos para completar seu ciclo biológico. No primeiro ano, crescem as folhas; no segundo ano, as flores e as sementes.

As folhas da salsa nascem em cachos. Elas são tenras e têm cor verde-escura. As flores são pequenas e amarelo-esverdeadas. Elas crescem no topo de talos com cerca de 1 metro de comprimento e ficam dispostas em forma de guarda-chuva. As flores dão origem às sementes. A parte da planta usada como tempero são as folhas. Uma variedade de salsa possui uma raiz grossa que também pode ser consumida crua ou cozida.

Além de ser apreciada por seu sabor, a salsa traz benefícios à saúde. A planta é rica em vitaminas, especialmente K, C e A. Também é fonte de minerais, dentre eles ferro, cálcio e potássio, e de antioxidantes (substâncias que ajudam a evitar o envelhecimento das células do corpo).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.